Juba

 Quando Lobão resolveu deixar a BLITZ no auge do estouro, ninguém entendeu nada. Foi aberta a temporada de caça ao novo baterista. Problema à vista: todos os candidatos ao posto emperravam na levada louca de ‘Geme, Geme’. Indicado por um conhecido, Juba, músico da noite paulistana, enfiou a batera no carro e pegou a Dutra ouvindo BLITZ sem parar.
Chegando no Rio, mandou brasa no teste e foi aprovado na hora. Do segundo disco em diante, as baquetas ficaram a cargo do então mais novo integrante. E até hoje é assim.
Vídeos